Chega pra somar e a hora certa.


quarta-feira, 22 de setembro de 2010

23º BATALHÃO DE CAÇADORES DO CEARÁ HOMENAGEIA SOLDADO ILUSTRE.




CLIQUE NAS IMAGENS E VEJA AMPLIADAS

Uma data marcante o 20 de Setembro de 2010, ocasião em que o comando do 23 Batalhão de Caçadores realizou solenidade de comemoração aos 110 anos de nascimento do Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, momento em que também inseriu-se a festa uma homenagem ao Eterno rei do Baião o setor de comunicação do 23 BC através do seu oficial responsável pelas relações públicas o Gonzagueano Tenente Silvio, organizou uma verdadeira Sanfonia com o encontro de grandes seguidores de Luiz Gonzaga, que antes de se transformar no genial representante de nossa música, passou por lá sentando praça como soldado do exército brasileiro, passagem esta que foi destacada pelo Tenente Silvio em relatos e veículação de imagens, antecedendo a participação de inúmeros e famosos sanfoneiros que deram um tom Gonzagueano a belissíma festa que contou com a presença da sociedade civil e autoridades militares de todas as armas e que também teve a entrega de importantes comendas
O programa Gonzagão da cidade prestigiou o evento e fiz uma singela homenagem ao personagem e a instituição importante do Exército Brasileiro através do SONETO AO SOLDADO ILUSTRE que escreví e entreguei ao Tenente Silvio
O evento contou com várias gerações de seguidores de LUIZ GONZAGA desde o pequeno e genial Felipe até o Mestre Zé de Manú e Maestro Adelson Viana.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

QUEM ME DEU RÉGUA E COMPASSO EU JAMAIS POSSO ESQUECER..!!!

Pai, Mãe me deram a vida/ Isso sempre irei lembrar/ E sua luta aguerrida/ Pra poderem me educar/ Foram tantos os momentos/ Sorrisos e sofrimentos/ Rompendo o amanhecer/ Sem importar com cansaço/ Quem me deu régua e compasso/ Eu jamais posso esquecer

Os meus irmãos que partiram/ Ficaram em meu coração/ Noutro plano evoluíram/ Rumo a reencarnação/ Quem está na eternidade/ Virou chama de saudade/ Que as vezes chega a doer/ Com o coração em pedaço/ Quem me deu régua e compasso/ Eu jamais posso esquecer/






A minha vida escolar/ Eu tenho que agradecer/ Vindo desde o b.á. BA/ Que me ajuda a crescer/ Toda vida promissora/ Faz lembrar a professora/ Cada lição, cada dever/ Que não ficou no espaço/ Quem me deu régua e compasso/ Eu jamais posso esquecer/

Disciplina, boa conduta/ É sempre grande riqueza/ Segue sempre absoluta/ Mostrando sua nobreza/ Construção da cidadania/ Acontece todo dia/ Revela quem sabe vencer/ Sem fazer estardalhaço/ Quem me deu régua e compasso/ Eu jamais posso esquecer/

Aquele que me acolheu/ No momento de aflição/ E na alegria conheceu/ Todo valor da gratidão/ É no gesto solidário/ O meu mais alto salário/ Alegrando o meu viver/ Que esfria até mormaço/ Quem me deu régua e compasso/ Eu jamais posso esquecer/

Deus me deu um presente/ E foi em forma de mulher/ Que abraçou fortemente/ Toda luta e seu mister/ E de jeito decidida/ Transformou a minha vida/ Sem pensar em esmorecer/ Nem deixar perder o laço/ Quem me deu régua e compasso/ Eu jamais posso esquecer/

O compasso pra medir/ A régua pra dá o norte/ Anunciando o porvir/ Sem medo duma má sorte/ A gratidão se eterniza/ Por tudo que fez Luisa/ Pra minha vida florescer/ Cada filho um pedaço/ Quem me deu régua e compasso/ Eu jamais posso esquecer/

A luz em forma de filhos/ Também presente de Deus/ Eles com todos seus brilhos/ Clareiam os dias meus/ Izaura e Adalberto/ Razão do meu rumo certo/ Meus pais e meu prazer/ Terão sempre meu abraço/ Quem me deu régua e compasso/ Eu jamais posso esquecer/

As amigas, os amigos/ Todo aquele bom irmão/ No alerta dos perigos/ Me chamaram a atenção/ Todos que me abraçaram/ Quando lágrimas rolaram/ Em instantes de padecer/ Quando percebi fracasso/ Quem me deu régua e compasso/ Eu jamais posso esquecer/

A Deus onipresente/ Onisciente em poder/ Ele torna livremente/ O arbítrio em meu viver/ Deus ensina que amar/ É o caminho pra chegar/ Um dia a lhe conhecer/ O trajeto eu que traço/ Quem me deu régua e compasso/ Eu jamais posso esquecer/
( Pedro Sampaio )

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

GONZAGÃO VIVE...NA MEMÓRIA DE QUEM AMA NOSSA CULTURA





Vinte e um anos se passaram de sua partida para um outro plano, dia dois de agosto de 2010 a data que marca esta perca para o cenário da música nordestina e brasileira, pois na mesma data do ano de 1989 partia Luiz Gonzaga do Nascimento nosso "ETERNO REI DO BAIÃO" a assembléia legislativa do estado do Ceará que outrora foi palco da entrega do titulo de cidadão cearense a Seu Luiz, agora aprovou uma sessão solene em que homenageia a memória de Gonzagão pela passagem desse marco de 21anos de saudade, muitos Gonzaguenaos serão homenageados.
Dentro da programação solene acontecerá um momento impar para a história Gonzagueana que será o lançamento do livro: HOMENAGENS ESPECIAIS AO "ETERNO REI DO BAIÃO" de autoria do Coronel Marcelo Leal. Um escritor apaixonado pela obra Gonzagueana este livro chega após sua primeira obra cujo titulo é: LUIZ GONZAGA SUAS GCANÇÕES SEUS SEGUIDORES, um verdadeiro acervo e fonte de pesquisa para os apaixonados por nossa cultura e estudiosos da música de Gonzagão.
Este segundo livro da verve litero-gonzagueana de Marcelo Leal constitui-se em mais um trabalho que vai além das homenagens e configura-se em mais um suporte de pesquisa sobre o assunto GONZAGÃO. Para mim Pedro Sampaio este trabalho tem algo de muito especial e até diria do ponto de vista de aspecto pessoal histórico, pois fui convidado a prefaciar esta tão magnânima obra, algo que encarei como um presente de Deus que me chegou pelas mãos e iniciativa do autor a quem penhoro a mais profunda gratidão, aspectos sobre o livro deixo para que você leitor possa de maravilhar com todo brilho contido em suas páginas fruto do talento do escritor Marcelo Leal onde descortina-se pela segunda vez e segunda obra, sua grande paixão que é sem dúvidas o universo Gonzagueano.

Serviço: LIVRO HOMENAGENS ESPECIAIS AO ETERNO REI DO BAIÃO
Autor: José Marcelo leal Barbosa
Lançamento: 09 de setembro de 2010 as 15 horas preço do exemplar R$ 25,00 livro + CD
Local: Plenário 13 de Maio Assembéia Legislativa do Estado do Ceará
Evento: Sessão solene em Memória de Gonzagão marcando 21 anos de sua morte
Iniciativa: Gabinete da Deputada Estadual Raquel Marques

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

SONETOS REFLEXIVOS









CONTO DO VIGÁRIO

QUANDO CHEGA A ELEIÇÃO
APARECE TANTO ANJO
SENSSIVEL AO CIDADÃO
GENTILEZA É DE ESBANJO

VELHINHOS SÃO SOCORRIDOS
EM GESTOS TÃO SOLIDÁRIOS
JOVENS FICAM PROTEGIDOS
ATÉ VIRAM ESTAGIÁRIOS

DE PROJETOS POLITIQUEIROS
ONDE MUITOS BRASILEIROS
CAEM NO CONTO DO VIGÁRIO

TEM GENTE QUE TREINA,PRATÍCA
E QUANDO ENTRA NA POLITICA
SÓ FAZ O POVO, DE OTÁRIO
( Pedro Sampaio )


LUCRO DESORBITANTE

O BRASIL ESTÁ SACODIDO
POR ONDA DE VIOLÊNCIA
E O NOSSO POVO OPRIMIDO
COM FERVOR PEDE CLEMÊNCIA

É VULNÉRAVEL A SEGURANÇA
HOJE O CRIME ESTÁ VENCENDO
ESTAMOS PERDENDO A ESPERANÇA
COM A TANTA GENTE MORRENDO

A DROGA SOLTA NA RUA
E O TRÁFICO CONTINUA
COM LUCRO DESORBITANTE

NÃO SE TEM UMA ATITUDE
VEMOS NOSSA JUVENTUDE
TRUCIDADA A TODO INSTANTE
( Pedro Sampaio )

Homenagem as mulheres. 8 de Março - Meu carinho, respeito e admiração a todas as mulhers

Para assistir o vídeo, Clik na imagem do vídeo e se encante com o poema 8 de Março. Poema esse, que é parte integrante do livro " A MINHA NOSDESTINIDADE ABRAÇANDO A POESIA' de minha autoria que em breve será lançado.
Loading...

Justa homenagem Patativa do Assaré

Para assistir o vídeo . Clik na imagem do vídeo.
Loading...

Confira Zé Carijó em dois momentos.

é só clikar no play.Radinho 01. Sebastiana - Radinho 2. Pode me levar pra casa ==================================
===================================
 
====================================
Loading...

Na voz do Cantor e Compositor baiano GILTON DELLA CELLA

 Pedro Sampaio - PERFEITO ATO DE AMOR
=================================================  Pedro Sampaio - SONETO A VIRGEM DE FÁTIMA

Quero um mundo de bem e paz.

Photobucket

Faça sua pesquisa aqui