Chega pra somar e a hora certa.


segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

" PRA BOTAR ASBARBAS DE MOLHO "

Se houvesse estratégia/// De combate á corrupção/// Não se anunciava tanta tragédia/// Por negligência de fiscalização/// Tragédia gaúcha em Santa Maria/// Jovens vivendo grande agonia/// Em uma “arapuca” pegando fogo/// Cena que faz parte de um jogo/// Que envolve “propinoduto”/// Deixando famílias em luto/// Por conta do lucro e sede de poder/// Quando aqui prevalecerá.../// Seriedade ao liberar um alvará?/// Cadê garantia de pleno funcionamento/// Em equipamentos de diversão/// Onde esteja livre de sofrimento?/// Cada brasileiro cidadão/// Tantos órgãos vulneráveis/// Agentes públicos irresponsáveis/// Com visível, nociva atitude/// Até trucida a juventude/// Ou lhe leva à agonia/// Boate KISS em Santa Maria/// De uma festa ao terror/// Acabando com a mocidade/// Enlutando universidade/// Pela falta de amor.../// De amor ao semelhante/// Que faltou ao comerciante/// Que achou mais importante/// Corromper o representante/// De órgão fiscalizador/// Buscando o lucro sagaz/// Levou lágrimas a tantos pais/// Causando-lhes intensa dor/// Jovens foram pisoteados/// Outros tantos queimados/// E mortos por asfixia./// Brasil guarde na memória!/// Pra não repetir a história/// Trágica de Santa Maria./// Fortaleza abre teu olho/// Bote suas “barbas de molho”/// Com suas casas de diversões/// Pra que não venhas padecer/// Não espere acontecer/// Tragédias e aflições/// Por mera incompetência/// Ou por simples negligência/// Que provoca grandes dores/// E deixam marca e cicatriz/// Pela a ação infeliz/// De corruptos e corruptores./// Nessa tragédia o que não é novo/// Só a solidariedade de nosso povo/// Que se voluntária à ajudar/// E num abraço fraternal/// Tenta a dor infernal/// De cada um aliviar./// Que Deus seja compadecido/// Cada jovem seja acolhido/// Na morada celestial/// Que cada Mãe, Pai e irmão/// Receba a consolação/// E conheça a superação/// Desse vale lacrimal.///
( Pedro Sampaio )

O QUE SOBRA AOS PEIXES NO AQUÁRIO / TA FALTANDO AO HOMEM NO SERTÃO

O QUE SOBRA AOS PEIXES NO ACQUÁRIO / TÁ FALTANDO AO HOMEM NO SERTÃO. ///POLÍTICO INTERESSADO A FAZER/// UM AQUÁRIO PRO TURISTA VISITAR/// MILHÕES APLICADOS POR PRAZER/// E VAIDADE PRA SE ALARDEAR/// QUE SE TEM O MAIOR EM TODO MUNDO/// COM ESPÉCIES QUE SÓ TEM EM MAR PROFUNDO/// E O TURISMO FAZENDO INTINERÁRIO/// ALIMENTANDO GAROPA E TUBARÃO/// O QUE SOBRA AOS PEIXES NO AQUÁRIO/// TÁ FALTANDO AO HOMEM NO SERTÃO/// O SERTÃO ESTÁ TODO "ESTURRICADO"/// VÃO AÇUDES EM LAMA SE TRANSFORMANDO/// SERTANEJO FICA TRISTE SEM ROÇADO//// E AO VER O SEU GADO AGONIZANDO/// PARA O AQUÁRIO SE TEM VERBA GARANTIDA/// E PRO SERTÃO ESSA VERBA É ESQUECIDA/// USAM DESCULPAS E FAZ O POVO DE OTÁRIO/// AFIRMANDO QUE VEM VINDO SOLUÇÃO/// O QUE SOBRA AOS PEIXES NO AQUÁRIO/// TÁ FALTANDO AO HOMEM NO SERTÃO///. DENTRO DO GRANDE RESERVATÓRIO/// IMPONENTE ARTIFÍCIO OCEÂNICO/// ESTARIA PRODUTO PRA REFEITÓRIO/// QUE TIRAVA ATÉ GENTE DO PÂNICO/// O QUE MUITA GENTE IRIA VER/// NA VERDADE É O SONHO DE COMER/// ISSO NÃO, É SÓ ALGO IMAGINÁRIO/// É A REALIDADE EM NOSSO TORRÃO/// O QUE SOBRA AOS PEIXES NO AQUÁRIO/// TÁ FALTANDO AO HOMEM NO SERTÃO///. O AQUÁRIO SEGUE FAZENDO ESCOLA/// ZONA RURAL ESTÁ SEM EDUCAÇÃO/// AS BOLSAS SÃO DADAS COMO ESMOLA/// RESULTANDO EM GRANDE TAPEAÇÃO/// AS TRADIÇÕES ESTÃO TODAS SUMINDO/// E A DROGA NOSSA TERRA INVADINDO/// SERTANEJO TÁ VIVENDO ESSE CALVÁRIO/// CONDENADO À ESSA CRUCIFICAÇÃO/// O QUE SOBRA AOS PEIXES NO AQUÁRIO/// TÁ FALTANDO AO HOMEM NO SERTÃO/// PARA AQUÁRIO SE TEM ATÉ GEOGRAFO/// PROJETO ARROJADO, DE ARQUITETURA/// TEM ATÉ DOUTOR OCEANOGRAFO/// DIFERENTE DA NOSSA AGRICULTURA/// COM O FIM DA EXTENSÃO RURAL/// O ABANDONO É SIM O GRANDE MAL/// NA IMPOSIÇÃO DO LATIFUNDIÁRIO/// ASSOCIADA A GRANDE CORRUPÇÃO/// O QUE SOBRA AOS PEIXES NO AQUÁRIO/// TÁ FALTANDO AO HOMEM NO SERTÃO///. O ACQUÁRIO É SIM UMA BOA IDÉIA/// TERIA OS GOLFINHOS A NADAR/// LULA POLVO ,TALVEZ ATÉ MORÉIA/// E OUTROS BICHOS DO FUNDO DO MAR/// PARA NÓS LOUVARMOS TAIS ATITUDES/// CUIDEM ANTES, DE NOSSO AÇUDES/// COM UM BOM PLANO SOLIDÁRIO/// DANDO A TAL SÊCA SOLUÇÃO/// O QUE SOBRA AOS PEIXES NO AQUÁRIO/// TÁ FALTANDO AO HOMEM NO SERTÃO///. SE AS VERBAS, NÃO SOFRESSEM CORTES/// E MELHOR, CUIDASSEM DA AÇUDAGEM/// BOM EXEMPLO É O NOSSO PENTECOSTES/// QUE AO POVO SOCORREU NA ESTIAGEM/// NO INCREMENTO DA PISCICULTURA/// TERÍAMOS UM ACQUÁRIO DE FARTURA/// COM ALEVINOS EM GRANDE BERÇÁRIO/// PARA TAL, SÓ PRECISA DECISÃO/// O QUE SOBRA AOS PEIXES NO AQUÁRIO/// TÁ FALTANDO AO HOMEM NO SERTÃO./// SUPER AQUÁRIO À BEIRA MAR?/// OU NO SERTÃO GRANDE REPRESA?/// UM, O TURISTA IRIA APRECIAR/// OUTRO É: SERTANEJO SEM POBREZA./// TUCUNARÉ, PIABA PESCADA E CARÁ /// MUDANDO A REALIDADE NO CEARÁ /// UM RÚSTICO TURÍSTICO CALENDÁRIO/// SERIA O PROGRESSO EM PROFUSÃO/// O QUE SOBRA AOS PEIXES NO AUÁRIO/// TÁ FALTANDO AO HOMEM NO SERTÃO.//// ( Pedro Sampaio )

sábado, 8 de dezembro de 2012

CENTENÁRIO CHEGANDO CONTAGEM REGRESSIVA FALTAM 5 DIAS

////Uma materia super bacana e importante no site de Gilberto Gil mostra a importância da musica gonzagueana e Rei Luiz Gonzaga para a musicalidade do Brasil.///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////// Luiz Gonzaga revisitado Sílvio Osias //////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////// Gravar Luiz Gonzaga não é novidade na carreira de Gilberto Gil. A primeira vez foi no disco que fez em 69, antes do exílio londrino. A música era 17 Léguas e Meia. Gil gravou avoz e o violão, e, mais tarde, o maestro Rogério Duprat colocou os outros instrumentos. O Rei do Baião reapareceria mais algumas vezes no seu repertório: em Respeita Januário, numa vibrante performance no festival de jazz de Montreux, em 78; em Macapá, música pouco conhecida, lado B do compacto, cujo lado A era Não Chore Mais, de 79; e em Vem Morena, do disco Raça Humana, de 84. Em 86, Gil pôs letra em 13 de Dezembro, melodia de Gonzaga, mas não a gravou. O reencontro de Gil com a música do criador do baião, através do disco As Canções de Eu, Tu, Eles, remete não só a presença de Luiz Gonzaga em seu repertório, mas, sobretudo, a forte e decisiva influência dos gêneros nordestinos sobre seu trabalho. A verdade é que, muito antes de ser atraído por João Gilberto, em 59, à época em que decidiu que o seu instrumento seria o violão, ele já havia, na infância, se encantado com Luiz Gonzaga, o que o levou a tocar sanfona. Esta influência da música nordestina está presente em boa parte do que tem produzido, desde as gravações anteriores ao movimento tropicalista (Procissão, por exemplo), até o álbum conceitual Quanta, de 97, seu mais recente disco de autor. O Nordeste, aliás, é uma espécie de nave-mãe em dois dos melhores discos que gravou, Expresso 2222, de 72, e Refazenda, de 75. Mais do que isto. Lembrando a afirmação de Caetano Veloso, de que o tropicalismo o filho da licão de Pemambuco, pode-se dizer que a passagem de Gil por Recife, pouco antes do êxito de Domingo no Parque, foi mesmo fundamental para a eclosão do movimento que abalou as estruturas da MPB na segunda metade dos anos 60. Os ritmos nordestinos se fariam tão presentes nos discos tropicalistas, que as figuras de Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro (mais Gonzaga do que Jackson) não tardariam a ser retiradas do ostracismo em que se encontravam. E, a partir da revalorização da música do Nordeste, por Gil, Caetano e pelos companheiros de tropicalismo, seriam estabelecidas as bases de muita coisa que aconteceu depois na música brasileira feita por nordestinos, seja os da geração de Alceu Valença, seja os rapazes pernambucanos que, nos anos 90, fundaram o mangue beat. A intimidade com o repertório de Luiz Gonzaga, no disco As Canções de Eu, Tu, Eles, não pegará de surpresa os que acompanham de perto a sua carreira. Gil regravou as músicas sem se distanciar muito da sonoridade original, produzindo o que, numa visão um tanto quanto simplificadora, poderia ser considerado um autêntico disco de forró. São músicas que Luiz Gonzaga gravou (nem todas de sua autoria), ou no tempo em que o baião reinava (Asa Branca, Juazeiro, Assum Preto), ou quando seu criador estava esquecido e tentava reencontrar o sucesso. E desta fase, e a letra não nega, o baião Óia Eu Aqui de Novo, do paraibano Antônio Barros. Já O Amor Daqui de Casa e As Pegadas do Amor, inéditas de Gil, tem letra e melodia perfeitamente adequadas à paisagem árida do filme Eu, Tu, Eles, dirigido por Andrucha Waddington. No palco, no show que mouton para lancar o disco, Gil celebra a sua ligacão com o Nordeste, mostrando outras músicas de Luiz Gonzaga, além das que estão no CD, e algumas das suas composições mais identificadas com os ritmos da região (De Onde Vem o Baião, São João, Xangô Menino, Refazenda). O resultado, que o público paraibano pôde ver ao vivo no São João de Campina Grande, é um emocionado reencontro com as raízes nordestinas, antecipado no documentário Tempo Rei, de 96. Nele, o compositor volta a Ituaçu, cidade onde passou a infância, e Luiz Gonzaga está lá, em suas lembranças. Gil ao vivo no São João de Campina Grande, cantando Luiz Gonzaga e falando sobre a importância do baião na música brasileira, me faz pensar nas vezes em que vi de perto o autor de Asa Branca. Nas apresentações improvisadas, em praça pública, ou em shows mais ensaiados, como aquele ao lado do filho Gonzaguinha, ver Luiz Gonzaga ao vivo era sempre algo especial, pela força da sua obra e da sua figura, por tudo o que representava como um dos pilares da música popular do Brasil. Em 88, no último show que fez em João Pessoa, um ano antes de morrer, Gonzaga tirou a indumentária de Rei do Baião ainda no palco do Espaço Cultural. Era um rei despido dos seus trajes - o chapéu e o gibão de couro - diante dos súditos, como num gesto de adeus. Uma imagem inesquecível, que fica mais próxima agora, quando Gil revisita essas canções que deram dimensão nacional a música do Nordeste. in Meio Bossa Nova, meio Rock'n Roll. Sílvio Osias. Edição do autor, ////TREZE DE DEZEMBRO//// Gilberto Gil ////Bem que essa noite eu vi gente chegando//// Eu vi sapo saltitando e ao longe//// Ouvi o ronco alegre do trovão//// Alguma coisa forte pra valer//// Estava pra acontecer na região//// Quando o galo cantou///// Que o dia raiou//// Eu imaginei//// É que hoje é treze de dezembro//// E a treze de dezembro nasceu nosso rei//// O nosso rei do baião//// A maior voz do sertão//// Filho do sonho de Dom Sebastião//// Como fruto do matrimônio do cometa Januário//// Com a estrela Sant'Ana//// Ao romper da era do Aquário//// No cenário rico das terras de Exu//// O mensageiro nu dos orixás///// É desse treze de dezembro que eu me lembrarei//// E sei que não esquecerei jamais///// //////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////// http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=HqovobULPN8

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

A AGONIA CONTINUA

Que Deus tenha piedade de nós diante tamanha violência que toma conta dos dias atuais ha um foco muito grande em São Paulo neste final de semana assassinaram 11...aqui na grande Fortaleza 20. “ A FITA “///// ///A VIDA PASSANDO EM CADA FITA/// ESTÁ NA TELA, DA NOSSA TELEVISÃO/// UMA MÃE DE FAMÍLIA TÃO AFLITA/// COM A FITA ISOLANDO CONSUMAÇÃO/// EM MAIS UM TRABALHO DA PERÍCIA/// NA CENA MAIS UM JOVEM ASSASINADO/// BEM ATÔNITA PERMANECE A POLÍCIA/// É MAIS UM CRIME, SEM SER ELUCIDADO/// O SANGUE CORRE SOLTO PELO ASFALTO/// CADA ESQUINA É CENÁRIO DE ASSALTO/// O BRASIL JÁ MUDOU SUA PAISAGEM/// EM SÃO PAULO SE REVELA A IMPOTÊNCIA/// DA POLÍCIA NO COMBATE A VIOLÊNCIA/// ESTÁ DANDO AS CARTAS, A BANDIDAGEM///
. ( Pedro Sampaio )

UM MOMENTO QUE MARCA

DO BLOG ACORDA CORDEL DE ARIEVALDO VIANA segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 HOMENAGEM Centenário de Luiz Gonzaga é celebrado na Assembleia Legislativa A Assembleia Legislativa comemora na próxima quarta-feira (05/12), a partir das 17 horas, sessão solene em homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião. A atividade será realizada no Plenário Treze de Maio. A solicitação foi conjunta dos deputados Lula Morais (PCdoB), Fernanda Pessoas (PR), Paulo Facó (PTdoB) e Fernando Hugo (PSDB). Segundo o deputado Lula Morais é uma data de grande importância para a cultura do Nordeste. “O Mestre Lula, como era conhecido Luiz Gonzaga, foi um marco para a música do povo do sertão. Através de suas letras, todo o Brasil passou a conhecer o nordeste de forma simples e autêntica, afirmou. Para o parlamentar comunista, a coragem de Luiz Gonzaga como retirante e como divulgador da cultura nordestina representa um orgulho para todos nós e por isso o 15 de dezembro, data do centenário, deve ser celebrado com muita alegria. Na ocasião, personalidades relacionadas à cultura do Nordeste e a obra de Luiz Gonzaga serão homenageadas, entre elas: o cantor e compositor cearense, Raimundo Fagner; a Orquestra Eleazar de Carvalho; o cordelista, Arievaldo Viana Lima; o colecionador da obra de Luiz Gonzaga, Arlindo Barreto; o presidente da Casa do Cantador, Dimas Mateus; o cordelista Paulo de Tasso; o apresentador do programa Nordeste Caboclo, Carneiro Portela; o apresentador do programa Gonzagão na Cidade, Pedro Sampaio e o programa Gonzagando da Rádio FM Assembleia. .X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X. Quero aqui agradecer ao gabinete do Deputado Paulo Facó e aos demais parlamentares por terem inserido meu nome nesta seleta lista de homenageado por ocasião da sessão solene que marca as comemorações do centenário do Eterno Rei do Baião. Divido esta honraria com todos que fazem a Rádio Cidade Am 860, com minha família e com a legião de ouvintes razão da nossa existência enquanto comunicador e responsáveis pela audiência de uma década hasteando a bandeira gonzagueana

HOMENAGEM À DILMA , QUE NÃO É ROUSSEF É MELHOR .

/// LINDO CANTO DO SABIÁ/// //UM SABIÁ, SEM A MENOR CERIMÔNIA/// CHEGOU, SE DANANDO A CANTAR/// NO VELÓRIO DE, DILMA NORONHA/// COMO SE VIESSE LHE SAUDAR/// INVADIU DE REPENTE O CAMPO SANTO/// NA HORA, EM QUE DONA DILMA PARTIU/// TODO AQUELE SONORO E LINDO CANTO/// DIZIA A TODO MUNDO EU DOU PSIU/// DILMINHA VIROU LUZ, VIROU SAUDADE/// DEIXOU EM NÓS UMA IMENSA AMIZADE/// MULHER, REPLETA DE INTENSO BRILHO/// FÁTIMA, GIOVANA E MARIANA/// TRIO DE AÇÃO TÃO SOBERANA/// NA VIDA DE JORGE, AMADO FILHO./// ( Pedro Sampaio )

terça-feira, 23 de outubro de 2012

SEU VOTO VALE MAIS QUE VALE GÁS, VALE A PAZ

" VOTO CULTURA DE PAZ " AONDE O VENTO FAZ A CURVA NÃO SEI SE DÁ PRA SE MORAR HOJE, AQUI A TODO MOMENTO A VIOLÊNCIA CHEGA ASSUSTAR PENSAR QUE A PAZ SEJA UTOPIA NÃO PODEMOS NISSO CRER SE ENTREGAR A LETARGIA É UM PASSO PARA PADECER NA PAZ PRECISAMOS PERSISTIR POR ELA NECESSITAMOS RESISTIR LUTANDO PARA A PAZ VIR TRIUNFAR A PAZ ESTÁ NO VOTO CONSCIENTE QUE PODE MUDAR A VIDA DA GENTE ELIMINANDO QUEM QUER SE LOCUPLETAR. ( Pedro Sampaio )

MEMÓRIA EM SONETO

/////"MEMÓRIA"//// A MEMÓRIA DE UM POVO/// TÁ NA SUA TRADIÇÃO/// NO VALOR AO VELHO E NOVO/// E NA HIST´RIA DA NAÇÃO/// NO PATRIMÔNIO CULTURAL/// PRESERVANDO A IDENTIDADE/// CONTEMPORÂNEA E ANCESTRAL/// NO SEIO DA COMUNIDADE/// EM CADA UM A PERSEVERANÇA/// EM CADA CANTO, EM CADA DANÇA/// NA EXPRESSÃO BEM POPULAR/// PAÍS QUE FAZ A SUA HISTÓRIA/// SE PERPETUA PARA GLÓRIA//// E FAZ SEU POVO SE ORGULHAR/// ( Pedro Sampaio )

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

DEPOIS QUE A VOTAÇÃO PASSA O QUE FICA? SUJEIRAS!

" SUJEIRAS' CAMPANHA POLÍTICA TEM BARULHO /// E PROMESSAS VERDADEIRAS PALHAÇADAS /// CANDIDATOS PARECIDOS COM ENTULHO /// E AS SUJEIRAS VÃO FICANDO ESPALHADAS /// A FALSIDADE SE PROPAGA EM CADA CANTO /// NOS CARTAZES COM FIGURA SORRIDENTE /// CADA CRÁPULA, SE PASSANDO POR SANTO /// ISSO É FATO, ISSO É MUITO EVIDENTE /// COM SEU VOTO VOCÊ PODE EXPURGAR /// QUEM SÓ ENTRA NA POLÍTICA PRA ROUBAR /// OBSERVE VEJA BEM, FUJA DO ENGANADOR /// VOTE CONSCIENTE, VOTE COM CONVICÇÃO /// PRA QUE NÃO VENHA SOFRER DECEPÇÃO /// EVITE LARÁPIO, PREFEITO OU VEREADOR /// ( Pedro Sampaio )

HOMENAGEM À CARNAÚBA E CARNAUBAIS ÁRVORE DA VIDA

" ÁRVORE DA VIDA " CARNAUBEIRA É ÁRVORE DA VIDA /// TUDO DELA NA VIDA SE APROVEITA /// DESDE A FAMOSA CÊRA DERRETIDA//// ATÉ O CHAPÉU DE PALHA QUE ENFEITA/// O SEU TRONCO EM CASA FAZ ESCORA/// TAMBÉM CAIBRO SUSTENTANDO O TELHADO /// TU RESISTE A INTEMPÉRIE A TODA HORA /// AO RACHADO SOLO TÃO SÊCO OU ALAGADO /// EU CONVIVI NO MEU TEMPO DE INFÂNCIA/// CONTIGO NA MINHA TERRA EM ABUNDÂNCIA /// CATUANA EM MEIO A IMENSOS CARNAUBAIS /// SAUDADE DÓI E CORTA FEITO NAVALHA /// LEMBRO A SAFRA O CORTE DE TUA PALHA./// TRANSPORTADA EM COMBOIO DE ANIMAIS /// ( Pedro Sampaio )

Homenagem as mulheres. 8 de Março - Meu carinho, respeito e admiração a todas as mulhers

Para assistir o vídeo, Clik na imagem do vídeo e se encante com o poema 8 de Março. Poema esse, que é parte integrante do livro " A MINHA NOSDESTINIDADE ABRAÇANDO A POESIA' de minha autoria que em breve será lançado.
Loading...

Justa homenagem Patativa do Assaré

Para assistir o vídeo . Clik na imagem do vídeo.
Loading...

Confira Zé Carijó em dois momentos.

é só clikar no play.Radinho 01. Sebastiana - Radinho 2. Pode me levar pra casa ==================================
===================================
 
====================================
Loading...

Na voz do Cantor e Compositor baiano GILTON DELLA CELLA

 Pedro Sampaio - PERFEITO ATO DE AMOR
=================================================  Pedro Sampaio - SONETO A VIRGEM DE FÁTIMA

Quero um mundo de bem e paz.

Photobucket

Faça sua pesquisa aqui